domingo, 29 de abril de 2012

Inspiração !!!

Essa música foi uma inspiração para realizarmos algumas de nossas viagens.

 

Coração de Todo Mundo     Oswaldo Montenegro

Batendo pernas

Correr mundo afora

Vitrine do mundo

Lugares à mão

Ir onde seus olhos forem

Seguindo as palavras secretas do seu coração

Descer os rios da vida.

Pegar avenidas, escadas,

Ladeiras, metrôs

Conhecer tudo que é esquina

Nas águas das linhas estreitas de um ferry-boat

Coração de um mundo inteiro

Um abraço estrangeiro e tão familiar

Até se encontrar

Vestir estampas de Bali

As jóias da Itália

E o xale das moças de avis

Sentir no ar o perfume barato

Dos becos escuros da Velha Paris

Pegar um barco de jungo

Um cesto de vime

Deixando pra sempre Xangai

Tomar os mares de Espanha

"No creio en las brujas

Pero que Las Hay, Las Hay"

Coração de um mundo inteiro

Um abraço estrangeiro e tão familiar

Até se encontrar






quinta-feira, 26 de abril de 2012

Mensagens da Mariazinha !!!


As mensagens da Mariazinha continuam passeando por aqui.....


Folha morta é como a vida

Tão jogada não é nada...

Está sempre tão perdida

E pisada na calçada

Folha morta quem se importa

Só atrapalha, sujo o chão.


Quem recolhe só vê lixo


Quantas vidas há pelo chão.

Folha morta eu me sinto

Tão inútil sem valor

É tão triste o meu destino

No meu ser só trago dor

Se algum dia

Alguém me julgar e absolver

Agradeço com carinho

Será lindo o meu viver


Mariazinha Colucci Picollo    */06/78



terça-feira, 24 de abril de 2012

Um mundo aos seus pés (2) Napoli

Um Mundo aos seus pés (2)

Napoli será nosso ponto de partida, pois é o centro não somente da Itália, mas do mundo, pois o restante do universo está ao seu redor.

É uma cidade que sofreu com muitas invasões, portanto sua cultura é derivada de vários povos, tendo como característica principal, a alegria, o desprendimento e uma culinária impar, que faz do visitante sentir-se como se estivesse em uma eterna festa.

A música e o dialeto napolitano merecem um destaque, pois romperam barreiras, atravessaram oceanos e estão presentes na vida e no cotidiano tanto do ocidente quanto do oriente, pois em qualquer parte do mundo é possível apreciar o sabor de Napoli.

Começaremos pela Piazza Garibaldi, porta de entrada para os viajantes que querem ter um contato imediato com a cultura local. O restaurante Íris é parada obrigatória, pois conta com excelente qualidade, atendimento e fartura, pagando-se muito pouco (excelente).

Para uma hospedagem boa e barata indicamos o Hotel Luna Rossa. Todos os quartos possuem nome e letra de música, com um piano no hall. Descendo pela Via Corso Umberto I aprecie as lojas, o Castel Nuovo, a Gallerie Umberto I, o Funiculare que é um meio de transporte. Pegue um barco para a Ilha de Capri, (maravilhosa). Passeie pela Circumvesuviana e vá para Pompei e Sorrento.
E não esqueça de provar a Sfogliatella e o Limoncello .


Che Bella Napoli!!!!


Galeria Umberto I - Napoli



Bife à Napolitana


A culinária Italiana é rica em tomate, manjericão, orégano, azeitonas, queijos, cogumelos, azeites, tudo para envolver as massas, carnes, pizzas, e brusquetas.






Ingredientes:

Bifes ou medalhões (carne de sua preferência)

Azeite (fio)

Manteiga (1 colher )

Tomate pelati (lata) ou fresco cortado ao meio


Orégano, cebola bem picadinha ou a desidratada




 Preparo

Em uma frigideira com tampa coloque a manteiga e o azeite, coloque os filés.


Quando estiverem macios acrescente a cebola, os tomates e o orégano














sábado, 21 de abril de 2012

Um Mundo aos seus Pés! (1)

Falar sobre viagens requer alguns fatores como experiência de conhecimento do local. Não falando dos problemas sociais existentes em cada lugar, muito menos criticando, pois cada lugar é diferente do outro tendo tanto coisas boas, esquisitas, ou apenas fora da nossa realidade. Portanto o que tentarei passar para vocês é apenas CURIOSIDADES que reparei em minhas maravilhosas viagens.

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Fim de semana !!!

    Sugestão para degustar no fim de    semana

         

        Lombinho assado

O preparo é muito simples e servido com salada de folhas verdes e tomate cereja temperada com sal e azeite, ou salada de grão de bico com lascas de bacalhau temperada com cebola picada, sal, azeite, vinagre e orégano são combinações perfeitas. 



Ingredientes:

1 lombinho temperado com "tempero completo sem pimenta"
1 tablete de margarina cortada em fatias
1/2 garrafa de vinho branco ou espumante ( os populares) 'fica ótimo'
orégano e ervas finas a gosto

Preparo:

Coloque o lombinho temperado em uma assadeira forrada com papel aluminio (ou compre pronta - T médio);
Coloque em cima do lombinho a margarina fatiada e as ervas;
Regue com o vinho ou espumante, cubra com papel alumínio  e leve para assar até ficar bem macio.
Retire o papel alumínio e deixe dourar.

Bom Apetite!!!!

quarta-feira, 18 de abril de 2012

O livro e a vida !!!

O livro e a vida  
                                                                                 Mariazinha escreve até hoje com seus 83 aninhos!!
Páginas amarelas
Vidas esquecidas
Vidas deprimidas
Páginas em branco
Vidas mal vividas
Vidas tão perdidas
E tão cheias de dor                      
Páginas amassadas                              
Vidas desprezadas
Vidas sem valor
Páginas bem escritas
Vidas bem vividas
Páginas de amor                  
Mariazinha Colucci Picollo 06/10/76

terça-feira, 17 de abril de 2012

Tempo !!!


 Tempo...Tempo...Tempo...

Elizabeth Vive la Vie   



Metade !!!

Maravilhosa....Perfeita....Saboreie....

Metade   Oswaldo Montenegro

Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio

Que a morte de tudo em que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca
Porque metade de mim é o que eu grito
Mas a outra metade é silêncio.

Que a música que ouço ao longe
Seja linda ainda que tristeza
Que a mulher que eu amo seja pra sempre amada
Mesmo que distante
Porque metade de mim é partida
Mas a outra metade é saudade.

Que as palavras que eu falo
Não sejam ouvidas como prece e nem repetidas com fervor
Apenas respeitadas
Como a única coisa que resta a um homem inundado de sentimentos
Porque metade de mim é o que ouço
Mas a outra metade é o que calo.

Que essa minha vontade de ir embora
Se transforme na calma e na paz que eu mereço
Que essa tensão que me corrói por dentro
Seja um dia recompensada
Porque metade de mim é o que eu penso mas a outra metade é um vulcão.

Que o medo da solidão se afaste, e que o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável.
Que o espelho reflita em meu rosto um doce sorriso
Que eu me lembro ter dado na infância
Por que metade de mim é a lembrança do que fui
A outra metade eu não sei.

Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
Pra me fazer aquietar o espírito
E que o teu silêncio me fale cada vez mais
Porque metade de mim é abrigo
Mas a outra metade é cansaço.

Que a arte nos aponte uma resposta
Mesmo que ela não saiba
E que ninguém a tente complicar
Porque é preciso simplicidade pra fazê-la florescer
Porque metade de mim é platéia
E a outra metade é canção.

E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade também.

Barquetes !!!

Barquetes

A sugestão é saborear a tradicional salada de maionese nessas deliciosas barquetes que vocês encontram prontas. Para quem quer uma receita prática e rápida é só seguir os passos abaixo:









Ingredientes:

1 caixa de barquetes
1 pacote de seleta de legumes congelado (500gr)
1 vidro de palmito picado (gde)
azeitona picada
4 colheres cheias de maionese
sal, pimenta, salsinha

Preparo

Cozinhe os legumes até ficarem macios, porém firmes. Escorra.
Em um bowl (travessa) misture todos os ingredientes.
Leve a geladeira até ficar bem firme.
Preecha as barquetes

Rendimento: 50 barquetes